Na passarela, os marketplaces: por que é importante a presença da sua marca nas principais plataformas virtuais

telas marketplaces-02
Hoje 80% do faturamento dos marketplaces vêm dos maiores marketplaces do país. você já faz parte?
Muito se tem falado sobre o crescimento do e-commerce no Brasil. De fato, os números impressionam. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) mostra que em 2020 as vendas online cresceram 68% em relação ao ano anterior, e, considerando apenas o primeiro semestre de 2021, as vendas bateram recordes e somam R$ 53,4 bilhões, apontando para um aumento de 31% quando comparado ao mesmo período do ano anterior. Isso se torna uma oportunidade para os marketplaces. Os marketplaces têm se tornado cada vez mais essenciais para os vendedores, em especial os menores, que ainda não contam com o know-how e as funcionalidades do e-commerce bem definidas. O Ebit|Nielsen calcula que essa prática representa 78% de participação das vendas online voltadas para o consumidor. Essa oportunidade de ampliar as vendas é benéfica para todos os lados, amplia a visibilidade da marca e junta com o nome e expertise do marketplace. Uma questão importante no varejo, seja da moda, eletrônicos, ou diversos, é o custo para se conquistar novos clientes e manter os atuais, por isso a importância de saber quem é o seu público. Para isso, os dados são insumos valiosos na internet, e quando mais você souber da jornada do cliente, mais assertiva é a conta dos custos de retenção e aquisição, pois se conhece o caminho do funil de vendas, desde a atração dos consumidores até a efetivação da venda, e assim é possível traçar as melhores estratégias para aquele cliente. A moda está conquistando mais espaços nas compras on-line. Foi o segmento mais vendido em 2020, totalizando 19% das transações (quase o dobro do segundo lugar), como aponta a pesquisa Me Envia, realizada pelo Melhor Envio, plataforma de gestão de frete do Grupo Locaweb. Outras categorias relacionadas também se destacam, como joias, relógios bem como beleza e cuidado pessoal. Estar presente em marketplaces, sejam eles de grande ou menor porte, gera visibilidade para as marcas e confiança para os clientes, uma vez que fora deles uma venda pode não ser convertida por medo de o site não ser confiável, clonar dados, ou não enviar o produto. Em determinadas lojas de varejo pode haver descontos especiais para certos produtos, além de ter a conveniência para o lojista de estar com seus produtos em uma plataforma como vitrine e desfrutar seus benefícios, como gestão do catálogo, estoque e vendas e conciliação bancária em um só lugar. O cenário da moda é bastante promissor como um todo, e agora está ganhando espaço tanto nos e-commerces próprios quanto nos marketplaces – opções para compra não faltam!
*Victoria Alonso é cofundadora da Ozllo, hub de serviços para varejistas de moda - ozllo@nbpress.com Sobre a Ozllo Hub de serviços digitais para varejistas de moda e beleza. A OZLLO visa digitalizar o mercado de moda e beleza através de soluções digitais e financeiras. Foi criada em 2018, pelas empreendedoras Zoë Póvoa e Victoria Alonso. www.brandz.ozllo.com.br.

This is the author

Vamos conversar?